nazaredopico.com.br

Museus: emoção e aprendizagem

Escrito por Denise C. Stuart
Museu em Nazaré do Pico é fundamental

Museus – e nessa dominação podemos incluir centros culturais, centros de ciência, jardins zoológicos etc. – são instituições caracterizadas como espaços de educação não-formal. Isto quer dizer que nesses ambientes, diferentemente do que acontece dentro das salas de aula, os visitantes não têm a “obrigação” de aprender algo. Seus conhecimentos não são postos à prova, e eles estão livres para fazer escolhas de acordo com suas preferências. O tipo de educação que se associa aos museus é mais participativa e descentralizada e, em certa medida, selecionada espontaneamente pelo próprio aprendiz, levado pelo interesse e pela motivação pessoal.

Ao contrário do que acontece na escola, onde a formação se dá pela frequência diária às aulas, uma visita ao museu pode ter tempos diferenciados e acontecer paulatinamente ao longo da vida, em diferentes ocasiões, independentemente de idade e grau de conhecimento. Além disso, a experiência dos visitantes será sempre distinta de outras: cada um vai observar, compreender e absorver o que está exposto ou escrito de maneira diferente. O aprendizado no museu tem, enfim, um caráter único, sempre condicionado à experiência individual do visitante e das circunstâncias em que ocorreu a visita, na medida em que as percepções variam segundo o contexto da visitação.

Após transformações significativas verificadas ao longo do tempo, o século XXI acena com dois grandes desafios para os futuros diretores de museus: potencializar o papel educativo dessas instituições no desenvolvimento da sociedade e enfatizar seu valor social num mundo cada vez mais globalizado e desigual. Alguns passos já vêm sendo dados nessa direção. Um deles é a adaptação das ideias de um educador ilustre, Paulo Freire – inspirada no seu conceito de “palavra geradora” –, para o ensino de História a partir dos objetos.

Estudos recentes defendem a noção de que o aprendizado é “um processo de mudança conceitual”, em vez de “absorção de um conhecimento transmitido”. Assim sendo, a instituição-museu é o espaço ideal para o desenvolvimento desses processos. Os museus, sejam eles de artes, ciências, tecnologia ou antropologia, são por excelência locais de observação, interação e reflexão. Diversas histórias estão ali prontas para serem narradas: histórias de outras épocas evocando povos e civilizações antigas, com suas maneiras de viver e pensar; e do mundo contemporâneo do qual fazemos parte, com suas novas descobertas, formas de expressão artística, cultural etc. São espaços simbólicos, muitas vezes mágicos e surpreendentes, capazes de oferecer uma experiência ao mesmo tempo educativa e divertida.

Na aproximação da eleição

Escrito por Iedo Ferraz
Floresta: Eleição 2016

A Eleição municipal se aproxima, e o eleitor brasileiro ainda não se conscientizou sobre a importância deste ato de Cidadania, que define não apenas vencedores e vencidos nos pleitos eleitorais, mas o futuro de uma Cidade, Estado ou mesmo de todo o País. Somos vítimas de uma corrupção generalizada, praticada com o nosso dinheiro. Enquanto não se politizarem as pessoas, a corrupção continuará, pois estas são grandezas inversamente proporcionais. Visto que, a corrupção cresce na medida em que, à população se cala e se omite diante dos atos de roubalheira praticado com o nosso dinheiro. Para muitos políticos sobreviverem neste jogo do poder, eles terão que, praticar acordos imorais e condutas indecorosas, contrários ao interesses do povo, pois a corrupção não tem partido político, nem correligionários.

VOCÊ É CANDIDATO?

Escrito por Iedo Ferraz
Iedo Ferraz

Que bom, estou a procura de um bom candidato para votar. Qual a sua formação acadêmica? Tem experiência em administração? Você possui renda suficiente para não precisar da política para sobreviver? Você sabe qual a função de um vereador e de um prefeito? Você já dirigiu alguma empresa? Qual seu grau de experiência em humanas e exatas? Qual seu nível de conhecimento da Constituição Federal? Conhece a Lei Orgânica do município? Você tem autonomia para votar em conformidade com a população e as reais necessidades do município ou está subordinado aos interesses de partidos? Seu projeto politico é por abnegação ou é um projeto pessoal? Você esta disposto a perder votos por não abrir mão de suas convicções? Você é um idealista ou apenas um "alpinista" social que por fracassar na iniciativa privada ou na profissão esta tentando atalhar caminho através da "politicalha"???????????????? , você defende alguma classe ou categoria,você é a favor de algum movimento social? Sabe os conceitos de capital ,democracia, meritocracia e civismo? E o que vc entende por liberdade de expressão?

Estou precisando votar. Aceito currículo de candidatos.

Elefante branco

Escrito por Iedo Ferraz Lima Ferraz
Disperdício de dinheiro público

Elefante Branco é o nome dado a uma obra que foi ou será realizada, que não possui quase nenhuma utilidade para a Sociedade.
Um verdadeiro desperdício do dinheiro público em construções que não atendem os interesses da coletividade, estes investimentos são bastante caros, inúteis e superfaturados através de fraudes em licitações de Construtoras que financiam campanhas de políticos corruptos.
No Brasil, temos exemplos nítidos de elefantes brancos em todos os estados da federação tais como; Estádios de Futebol construídos na copa do mundo, Aeroportos em cidades de médio porte, transposição do São Francisco e a Ferrovia norte sul.

TRE-PE usa Pardal para receber denúncias

Escrito por Tribunal Regional Eleitoral em Pernambuco
Tribunal Regional Eleitoral

O Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco, a partir desta quinta-feira (1/9), vai disponibilizar para os eleitores do Estado o aplicativo Pardal, que tem o objetivo de receber denúncias sobre as irregularidades praticadas por candidatos e partidos durante as campanhas eleitorais. Segundo o Tribunal Superior Eleitoral, o Pardal terá grande contribuição para o combate a corrupção eleitoral.

As denúncias no aplicativo, seguirão a mesma linha do “Denúncia Online”, dessa maneira, o anonimato é proibido e o eleitor deve se identificar, mas há a garantia do sigilo. As irregularidades eleitorais serão classificadas como: Propaganda Eleitoral, Compra de votos, Uso da máquina pública, Crimes eleitorais, Doações e Gastos de campanhas, entre outros.

Com a implantação do Pardal, as denúncias que antes estavam sendo realizadas na página do TRE-PE, através do “Denúncia Online”, deverão agora ser efetuadas no aplicativo. Visto que essa ferramenta sairá do ar.

O aplicativo poderá ser baixado tanto na plataforma Google Play, como na Apple Store. No entanto, no site do TRE-PE também ficará disponível uma opção em formato web da ferramenta.

O Pardal foi desenvolvido pelo Tribunal Regional Eleitoral do Espírito Santo (TRE-ES) com contribuição do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba (TRE-PB) e está disponível para todo o país. Para acessar, entre no site www.tre-pe.jus.br e clique aqui.

Máquina Pública

Escrito por Iedo Ferraz Lima Ferraz

O inchaço da Máquina Pública, consiste no acomodamento de militantes políticos partidários, que ocupam cargos públicos sem nenhuma capacidade técnica profissional através do apadrinhamento político.Estas pessoas entraram e entram no serviço público, sem precisar submeter a nenhum concurso público.
Portanto estamos diante de uma prática imoral e desonesta entre o eleitor e o político, que faz todo tipo de acordo inescrupuloso no período de campanha eleitoral.
As pessoas capacitadas e qualificadas profissionalmente são deixadas de lado neste jogo político corrupto.

A raposa política

Escrito por Iedo Ferraz Lima Ferraz

A Raposa Politica é um animal mamífero, está sempre mamando nas tetas do poder público, adora uma boquinha de leite, é um animal treiteiro e maquiavélico, utiliza de suas artimanhas para tentar enganar todo mundo, pensa quê os outros são besta, adora levar vantagem em tudo, está do lado de acordo com as suas conveniências políticas.
É um verdadeiro oportunista, sendo um animal desprovido de conduta ética, através de seus acordos imorais e desabonadores consegue sempre uma boquinha nas tetas para toda a sua família, parentes, amigos e vizinhos.
Elas podem ser encontradas em todo o território nacional, não havendo preferência por região, clima ou relevo, desde que haja uma boa e calibrosa “teta” governamental para se alimentar. As Raposas podem ser encontradas nos grotões ou currais eleitorais e também nos grandes centros urbanos, especialmente em Brasília onde se concentra a maior população de animais dessa espécie. Seu principal habitat são os confortáveis e luxuosos gabinetes do órgãos públicos da União, onde ela pode obter fartamente seu principal alimento e de sua família, que é o dinheiro público do contribuinte.
Este animal político, se esconde em seu gabinete congelado por longos períodos de tempo, ficando afastado dos seres humanos, somente mamando, viajando, trambicando, articulando e enrolando os bestas dos eleitores que acreditaram nele. A Raposa Política retorna para os currais eleitorais em tempo de eleição, para obter apoio do Cabo Eleitoral e comprar os eleitores viciados e corrompidos, depois desaparece e se esconde dos seus votantes, só retornando quatro anos depois, para mais uma vez comprar e enganar os eleitores

Progredir é preciso

Escrito por Nazaré do Pico

Vejam alguns itens de possíveis propostas para Nazaré do Pico:

1. Escola em período integral para nossos alunos incluindo cursos profissionalizantes para a formação dos jovens para o mercado de trabalho:
- Hoje Nazaré dispõe de apenas a Escola Domingos Soriano de Souza em funcionamento e tem sofrido com a demanda escolar para outras localidades menores ou até mesmo nos grandes centros.
A outra escola está em obra na fase de acabamento com uma capacidade bem interessante para abrigar esses alunos em tempo integral.

 2. Qualificação e boa remuneração dos nossos professores com cursos e palestras:
 - Investir na educação deve ser prioridade para qualquer governo, um exemplo bom como modelo foi o município de Quixaba, na década de 90, onde foi reconhecido nacionalmente.

 3. Urbanização e calçamento da COHAB em Nazaré do Pico:
- São casas que foram construídas há mais de 30 anos, algumas foram reformadas pelos próprios moradores mas não tiveram saneamento básico e o  esgoto corre em algumas situações a céu aberto. 

 4. Auxílio efetivo do subprefeito junto ao novo vereador e ao próprio prefeito atendendo às necessidades da população:
-Esse cargo foi criado na gestão do saudoso Afonso Augusto Ferraz com o objetivo de atender melhor a população local em suas necessidades. Infelizmente esse cargo tornou-se algo de disputa de interesse político e que praticamente o subprefeito não foi criado atributos claros em que diz respeito essa função.     

5. Implantação do saneamento básico em Nazaré:
-Esgoto corre a céu aberto constantemente poluindo o meio ambiente. É preciso eliminar essa situação pois tem o risco de contrair doenças tipo dengue, leptospirose,  hepatite  e outras doenças nocivas à saúde pública.

6. Coleta regular e reciclagem do lixo:
-Em vários momentos o acúmulo de lixo é grande. Muitos falam que a própria população é a maior responsável por jogar esse lixo, porém se não houver local onde depositar, onde colocar? Tem algum aterro sanitário?  A reciclagem seria uma excelente solução para os lixo inorgânicos e orgânicos seria utilizado para adubo ou usado para o famoso biodigestor que produz o gás utilizado para cozinhar.  

7. Novas barragens, poços e sementes no período das chuvas:
-Projetos que já são comuns mas que são essenciais para região semiárida. Distribuir no tempo correto, independente se o indivíduo é eleitor ou não do prefeito ou vereador. Política não se faz a ferro e fogo. O que pode ser contra hoje, amanhã será a favor, mas sem forçar a barra...
  
8. Investir no turismo ecológico da Serra do Pico e preservação do seu meio ambiente.
- Projeto deve ser fundamental pois além de preservar o seu meio ambiente com replantio em áreas desmatada da caatinga pelo homem. Vale lembrar que esse projeto gerará empregos direto em indireto para o povo que moram próximo ao seu acesso. Vários lugares obtiveram sucessos no seu eu ecoturismo como: Vale do Catimbau, Serra Negra - Bezerros(PE), Bonito(PE) e Porto de Galinhas e Chapada Diamantina. Com o novo aeroporto em Serra Talhada o turismo beneficiará Floresta e região é preciso aproveitar esse plus.   

9. Implantação da feira-livre no distrito para movimentar o comércio local.
-Nazaré surgiu através de uma feira-livre pelo qual motivou a circulação de dinheiro na época, criar alternativas que o comércio fique ativo no local.

10. Apoio a cooperativa ou associação de caprinos e ovinos:
-Potencial em qualidade da região de Floresta num todo, só precisando de incentivos para o criador.

11. Apoio ao retorno da Associação dos Moradores do Distrito de Nazaré do Pico.
O apoio dessa associação no passado deu certo.

12. Implantação do projeto minha casa minha vida do Governo Federal:

- Nazaré enfrenta um problema sério em sua expansão imobiliária causando a atrofia durante décadas.
 
13. Apoio a Cooperativa dos apicultores.
- Esse tipo de cultura é nova em nossa região, mas com a diversidade das flores em nossa região o mel é produzindo em excelente qualidade. Emprego

14. Ponto de apoio para abastecimento de água para os caminhões pipa no período da estiagem evitando o desperdício de tempo.

16. Acessibilidade para os nossos deficientes físicos.

17. Investir em esportes é fundamental para a inclusão social livrando o jovem do crack e demais tipos de drogas.
- Reforma do campo de futebol de Nazaré com implantação de balizas (barras) nas medidas oficiais pela FIFA.
-Materiais necessários para à prática de determinado esportes.
-Quadra poliesportiva coberta.

18. Posto de Saúde em fase de acabamento.

- Contratação de profissionais da área de saúde.
- Atendimento médico específico para nossos idosos.

19. Implantação do wi-fi na vila e inclusão digital:
- Vale lembrar que Nazaré dispõe apenas de internet em 3G pelo qual tem uma limitação em sua velocidade. Interessante seria se implantasse a banda larga para haver uma melhor qualidade.

20. Implantação de um Posto Policial:

- Nazaré é passagem de vários lugares, em alguns casos é passagem pelo tráfico de drogas pela região, por isso a necessidade desse posto por ser estratégico para PMPE.

21. Reforma e limpeza dos dois cemitérios do distrito.

O dia que Nazaré colocou Lampião para correr de um casamento

Escrito por Belmonte Diário

Há 93 anos, em 01/08/1923, o cangaceiro Lampião travava o épico combate dentro da Vila de Nazaré do Pico, em Floresta (PE) contra a força volante do sargento José Alencar de Carvalho Pires, o Sinhorzinho Alencar. O combate se deu após o casamento do comerciante Enoque Menezes com Maria Licor Ferreira, prima legitima e primeiro amor de Lampião, que entrou no povoado na noite anterior com o intuito de acabar com o casamento, sendo repelido pelo padre José Kehrle, vigário de Serra Talhada (PE).
Ainda na noite anterior (31), Lampião entrou no povoado acompanhado de 15 cangaceiros, e apesar de muito pedidos dos fazendeiros locais o cangaceiro preferiu não dá ouvidos e permanecer para desgosto dos habitantes locais, sobre liderança de Antônio Gomes Jurubeba (Gomes Jurubeba) e de João de Souza Nogueira (João Flôr).
Com a chegada de padre José Kehrle, ao qual Lampião ouvia e respeitava, o mesmo foi aconselhado a sair do povoado indo ele dormir na casa do parente Chico Euzébio, na Fazenda Poço do Negro. Na saída do povoado, segundo relato de alguns historiadores do cangaço, Lampião levou a harmônica (sanfona) declarando que “essa noite ele sairia, mas também ninguém dançava no povoado”.
No inicio da manhã seguinte (1), o cangaceiro apareceu no povoado na hora da missa do casamento ao qual foi respeitada até o momento final. Sabendo que o cangaceiro estava no povoado para o casamento, o sargento Sinhorzinho Alencar, reuniu uma guarnição policial e foi ao encontro do bando.
Mesmo vendo que a policia entrava pelo lado norte do povoado, Lampião, saiu calmamente de uma bodega com duas cervejas nas mãos sem destemor ao ataque da policia, que teve o reforço dos civis João Flor, Euclides Flor, Manoel Flor, Davi Gomes Jurubeba, Pedro Gomes de Lira e Zé Saturnino, seu maior inimigo.
Depois de curto combate e vendo que não tinha como resistir aos nazarenos, os cangaceiros saíram em debandada, mais ficou na memória do povo o épico e habilidoso estilo do cangaceiro Lampião de atirar no meio da praça contra a força policial.
Após o combate, o força volante do sargento Sinhorzinho Alencar, que já havia confrontado Lampião há cerca de 1 anos atrás na famosa morte de Luiz Gonzaga Lopes Ferraz, em São José do Belmonte (PE), o bando rumou para as zonas do município de Betânia (PE), onde a força volante perdeu o destino do bando. sargento Sinhorzinho Alencar, seria anos depois, em 1946, já reformado como coronel, nomeado prefeito de Serra Talhada (PE), cargo que também já havia assumido em São José do Belmonte (PE).
Já o padre José Kehrle, seria um fiel conselheiro de Lampião, inclusive, certa vez quando o mesmo estava ferido declarou, a pedido do padre, que se entregaria a policia, porém, depois mudou de ideia. Depois desse ocorrido, João Flor e Gomes Jurubeba conseguiram alistar a suas famílias na Força Volante de Combate ao Banditismo de Pernambuco por influência aos irmãos Pessoa de Queiroz, deputados estaduais da época. Tinha inicio ai “Força de Nazaré”, a mais ferrenha perseguidora de Lampião. (Blog de Serra Talhada)

9ª MISSA DE TOTONHO DO MARMELEIRO é realizada próximo a Nazaré do Pico

Escrito por Jornal Desafio - Serra Talhada



Nesse domingo (28), foi realizada a 9ª MISSA DE TOTONHO DO MARMELEIRO, no sitio Lagoa de Martinho Mendes, próximo ao distrito de Nazaré do Pico, em Floresta-PE.
Essa missa em homenagem a este vaqueiro nordestino, que faleceu vítima de um acidente na metade do século XIX, foi idealizada por um de seus bisnetos Napoleão Ferraz Nogueira (Napole) e conta a cada ano com a dedicação e organização dos demais familiares mesmo após o falecimento do idealizador, a missa todo ano é realizada no local onde o corpo do mesmo está sepultado. Diante do período eleitoral , vários candidatos a prefeito e vereadores de cidades circunvizinhas , como também deputados e ilustres autoridades se fizeram presentes. A missa foi realizada sem fins lucrativos e não contou com patrocínio formal, apenas pequenos apoios e doações dos mais de 3 mil descendentes em 7 gerações do vaqueiro Antonio da Costa Araújo (Totonho do Marmeleiro).

Preservação da caatinga é fundamental

Escrito por Nazaré do Pico
A caatinga é a vegetação do semi-árido brasileiro

Preservar o bioma da caatinga é importante para futuras gerações possa viver em harmonia com o seu meio ambiente. Com uma diversidade exuberante e tipicamente brasileira, já que não existe em nenhum outra espécie no mundo, a vegetação da caatinga tem sido fundamental na sobrevivência dos sertanejos e dos animais que dependem do semiárido, muito embora sofra com à ameaça do seu desmatamento e até sob risco de desertificação e extinção de animais que sobrevive exclusivamente na área da região Nordeste.
Durante décadas à retirada indiscriminada de madeiras tem prejudicado bastante e deixando em escassez à vegetação nativa.
De acordo com dados do ano de 2009, a caatinga havia sofrido desmatamento de 46,6% de sua vegetação original. Dos 826.411 km² da área original (vegetação nativa), apenas 441.201 km² (53,4%) havia sido preservado.

 
Preservar é preciso!!!!